Assim é que se conta

R$37.70

Contos de autores de ontem e de hoje, que têm em comum o domínio expressivo da narrativa sintética. São textos que tratam do dia-a-dia, favorecendo o trabalho com os alunos mais jovens. Histórias curtas e saborosas, repletas de humor, emoção, memória e solidariedade. A ironia divertida e a crítica social estão presentes em “A república de Coçação”, de Domingos Pellegrini. Alcântara Machado comparece com “Gaetaninho”. A paulista Márcia Kupstas, em “Amigo gordo”, fala da força da amizade que surge para compreendermos o que é diferente de nós. Já emoção não falta em “A letra A”, de João Anzanello Carrascoza. Vivina de Assis Viana, em Internato, faz nossa imaginação acompanhar um menino que deixa a fazenda e os amigos, rumo a um novo destino e Machado de Assis brinda os leitores jovens com o singelo “Metafísica das rosas”.

Assim é que se conta

R$37.70

Open chat
Olá, como podemos ajudar?
Olá, como podemos ajudar?